“O Outro Lado do Paraíso”: Empregada Janete ajuda Renato a tirar tudo de Clara

A empregada Janete (Daniela Fontan) continuará falando demais na novela O Outro Lado do Paraíso e acabará ajudando Renato (Rafael Cardoso), juntamente com Fabiana (Fernanda Rodrigues), a tirar tudo de Clara (Bianca Bin) nos últimos capítulos. Tudo começa com uma simples carona.

Conforme já noticiamos em primeira mão aqui no TV Foco, a dupla de vilões vai procurar um advogado para conseguir bloquear os bens da mocinha, que será acusada de roubo. “Comece bloqueando os bens da Clara. Assim, ela não pode desviar o dinheiro pra outra conta”, exige Fabiana.

“Eu preciso provar que a Clara está gastando demais, ou aplicando dinheiro em negócios de futuro duvidoso”, explica o advogado. “Se tiver provas disso, entro com uma liminar para bloquear os bens dela. Depois, e entramos com a força toda. O seu caso não tem segredo. É causa ganha”, completa ele.

No capítulo seguinte, Janete é vista por Renato saindo de um supermercado com sacolas. Ele a espera e puxa assunto. “Nem devia falar com você, eu sei que brigou com a Clara. E ainda casou com aquela demônia da dona Fabiana. Nunca tive patroa pior”, dirá ela. “Eu gosto dela”, alega Renato.

“Tem gosto pra tudo. Você casou porque tem dor de cotovelo da Clara, não foi?”, pergunta. “Deixa pra lá. Eu vim comprar um queijo pra minha mulher”, explica. “Dona Fabiana sempre foi doida por queijo. Dá uma carona até em casa?”, pedirá ela, que acabará caindo em uma armadilha.

Ao entrar, ele comenta: “Vou parar um pouco longe, porque a Clara pode não gostar de te ver comigo”. Ela então já vai falando o que não deveria: “Bobagem, ela não é ruim, não. Hoje mesmo provou que tem um coração, ó, que a gente não vê toda hora por aí”. Ele pergunta o que ela fez e é surpreendido.

“Magina que a mãe dela bebia. Quer dizer, bebe. Diz que vai parar, mas não sei, não. Não sei mesmo. Aquela lá tomava uma garrafa de gim por dia”, inicia. “Parece que a mãe dela ia doar um rim pra outra filha, que tá muito ruim. Mas porque bebe, não pode doar. A mulher entrou em desespero”, continua.

“E a Clara?”, pergunta o interesseiro. “Fez o que dá, né? Usou o dinheiro. Eu sei de ouvir eles falar, que dona Bete ia montar uma grife de vestido chique com o Renan”, dispara. “Pois hoje, a Clara botou o dinheiro na conta dele. Diz pra ele se apressar com a grife, pra mãe ter alguma coisa que fazer”, diz ainda.

“É pra ajudar ela sair do álcool. Ela não é generosa?”, questiona. “Muito generosa”, repete Renato, que corre até o advogado e pede o bloqueio dos bens. “Já temos o que a gente precisa. Quando eu tava com a Clara, ela deu duas viagens de lua de mel de presente, caríssimas, pra dois casais de conhecidos”, inicia.

“O que importa é que deve ter sido um gasto exagerado. Mas não basta”, afirma o advogado. “Hoje transferiu uma boa quantia pro Renan…um caso da mãe dela. Renan Márquez. Diz que é dono de uma rede de lojas pelo país. Clara deu o dinheiro pra ele montar uma grife de vestidos de luxo”, anuncia.

“Mesmo dizendo que é rico, outro dia eu vi de longe, ele trabalhando num food truck”, completa. “Esse incapaz que perdeu tudo quer criar uma grife? Vai usar o meu dinheiro para montar uma nova empresa? Vai à falência de novo!”, diz Fabiana. “Agora sim, conseguimos o que eu precisava. A Clara vai ter uma surpresa”, afirma o advogado.

Ele vai até o tribunal, fala com um juiz e faz o pedido oficial. Patrick é quem vai dar a notícia para a amada. “Clara!”, grita. “Que aconteceu?”, pergunta Clara, ao descer as escadas. “Minha prima Fabiana entrou com uma liminar. A audiência já está marcada para amanhã”, anuncia.

“Eu devo me preocupar?”, questiona. “Eles fizeram ameaças já há algum tempo. Não, não deve se preocupar. Vamos superar isso”, diz Patrick, que mal sabe o que está por vir. A cena vai ao ar no dia 30 de março em O Outro Lado do Paraíso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *