Como homens se sentem quando a parceira tem ou não orgasmo? Pesquisa descobriu

É comum ouvir de mulheres reclamações sobre certo egoísmo de alguns homens na hora do sexo que não se importam com o prazer da parceira. Mas um estudo publicado pelo Journal of Sex Research revelou que a satisfação da companheira é sim relevante para eles – mas por uma razão bastante egoísta.

Orgasmo da mulher e satisfação do homem

De acordo com a pesquisa, a maioria dos homens se sente frustrada quando a parceira não tem um orgasmos. A “chateação” com a falta de prazer da mulher, no entanto, nem sempre é resultado de uma possível nobreza ou preocupação com o prazer da mulher, mas sim por um fator que envolve o ego.

Isso porque o levantamento mostrou que, para os homens, os orgasmos femininos são considerados como “troféus” de sua suposta masculinidade. Ou seja, a capacidade de fazer com que a parceira atinja o prazer máximo na transa validaria sua “potência” na intimidade.

Para chegar à conclusão, os pesquisadores analisaram a resposta de 810 homens que foram orientados a criar uma história em que se imaginavam transando com uma mulher atraente. O texto poderia ter dois finais diferentes: a mulher chegando ao orgasmo ou não. Os participantes, em seguida, foram avaliados em relação à excitação e ao quanto se sentiram másculos.

Os resultados do experimento indicaram que os homens sentem mais satisfação quando as parceiras chegavam ao orgasmo porque isso os fazia sentir mais “homens”, aumentando assim sua autoestima.

Quem é responsável pelo orgasmo feminino?

O estudo mostra que ainda existem resquícios de uma cultura machista, tanto entre homens quanto em muitas mulheres, já que ambos colocam sobre o homem a responsabilidade e o trunfo sobre o orgasmo feminino.

O pênis, por exemplo, seria o “instrumento essencial” para que a mulher, em uma posição passiva, fosse capaz de sentir prazer em uma relação sexual. Além disso, o fato também pode ser resultado do comportamento de algumas mulheres que abrem mão do próprio prazer e fingem orgasmos só para agradar o parceiro e não ferir os sentimentos dele.

Não há dúvidas de que o desempenho e a dedicação do parceiro ou parceira são fundamentais para o prazer feminino no sexo, mas é preciso reconhecer o fato de que a capacidade do orgasmo está na mente e, portanto, a mulher também deve ser considerada dona e responsável pelo próprio gozo.

Portanto, chegar ou não ao orgasmo depende mais do quanto a mulher está aberta ao sexo, como ela encara a situação e se entrega ao prazer do que da habilidade do parceiro. Neste caso, os dois fatores são importantes e complementares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *