Ana Hickmann revela prática controversa na relação com o marido: ajuda ou prejudica?

Casada há 19 anos com o empresário Alexandre Correa, a apresentadora Ana Hickmann revelou ter tido uma atitude bastante controversa quando o assunto é a individualidade do parceiro: ela já mexeu no celular do marido.

A apresentadora, que é mãe de Alexandre Jr., fruto de seu relacionamento com o empresário, ainda contou o marido nunca desconfiou da prática. “Ele vai saber agora porque eu estou contando aqui”, disse.

Hickmann apagou contatos do celular do marido

A confidência aconteceu durante um quadro no seu canal no Youtube com a também apresentadora Renata Alves. Ana Hickmann contou que o marido, até então, nunca soube que ela havia mexido em seu celular.

“O Alê não sabe, mas eu já mexi várias vezes no celular dele. Já apaguei o número de pessoas que eu não queria que estivessem no celular dele. Eu apaguei”, afirmou a apresentadora.

Mexer no celular é falta de confiança?

A apresentadora não é a primeira a revelar que já deu uma “olhadinha” no celular do parceiro. Sua colega de trabalho, semanas antes de se casar com o jornalista César Tralli, da Rede Globo, Ticiane Pinheiro contou que tem acesso ao celular do companheiro.

Ao contrário de Hickmann, com Pinheiro e Tralli tudo foi combinado previamente entre o casal e os dois possuem as senhas um do outro.

Embora a prática possa funcionar para alguns casais e dependa do tipo de relação que cada dupla estabelece, ela não é recomendada por especialistas. A terapeuta Fátima Repanas afirma que não é indicado compartilhar as senhas. “É extremamente saudável manter a individualidade e só dividir com o outro o que achar interessante”, comenta.

Ciúmes e curiosidade na relação: como lidar

Quando duas pessoas estão envolvidas emocionalmente é comum sentirem ciúmes ou mesmo “medo” de que algo ou alguém afete o relacionamento. Entretanto, profissionais explicam que, nesses casos, ao invés de alimentar a insegurança, é preciso se atentar ao fato de que o outro também é responsável pelas ações e nada afetará a relação sem que ele permita.

Por isso, “fuçar” a vida do parceiro, dependendo do tipo de relação que o casal estabelece, além de não ser saudável pode causar brigas desnecessárias, uma vez que frases fora de contexto podem gerar desentendimentos e desconfianças injustificadas.

É normal sentir curiosidade em saber quem mandou aquela mensagem ou com quem a outra pessoa anda trocando e-mails. “Quando a gente ama parece que esse instinto se potencializa, mas é muito importante manter o autocontrole”, explica a terapeuta.

“O ciúme brota das mais diversas fontes e nesse mundo virtual, essas fontes são inesgotáveis”, afirma Fátima. A principal dica da especialista é que a pessoa tente se conhecer mais e busque melhorar sua autoestima para que as desconfianças não tomem conta da relação.

Mas, não existe regra e nem fórmula para construir um relacionamento. Práticas que não funcionam para um casal podem ser perfeitamente aceitas por outro. O importante, em qualquer relação, é manter o diálogo e a transparência.

Fonte: vix.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *